terça-feira, 20 de junho de 2017

Atividades p. 150 – 6º ano

1. Leia o texto com atenção e, com base nele, responda ao que se pede.
Oração ao Nilo


[...]
Salve, tu Nilo!
Que te manifestas nesta terra
E vens dar vida ao Egito!
Misteriosa é a tua saída das trevas
Neste dia em que é celebrada!
Ao irrigar os prados criados por Rá,
Tu – inesgotável – que dás de
Beber à Terra!
Senhor dos peixes, durante a inundação,
Nenhum pássaro pousa nas colheitas.
Tu crias o trigo, fazes nascer o grão,
Garantindo a prosperidade aos templos.
Para-se a tua tarefa e o teu trabalho,
Tudo o que existe cai em inquietação.




LIVROS Sagrados e literatura primitiva oriental.
Tomo II. In: Coletânea de documentos históricos para o 1º grau.
São Paulo: CENP Secretaria Estadual de Educação, 1985. p. 51
a) Quais as atividades econômicas citadas nesse texto dos antigos do antigo Egito? A criação de gado (pecuária), pesca e agricultura.
b) Qual a importância do Rio Nilo para a população do antigo Egito? As águas do Rio Nilo eram aproveitadas pelos egípcios para o consumo próprio, para irrigar os campos e na criação do gado. Além disso, a existência do Nilo servia à pesca e à navegação.
c) Os versos desse poema confirma ou negam a ideia de que o “Egito é um presente do Nilo”? Justifique. Confirmam., o Nilo é exaltado em vários trechos do poema, exemplo: Salve, tu Nilo! / Que te manifestas nesta terra / E vens dar vida ao Egito!

2 Desenhe no caderno uma pirâmide social e responda

a) Quem tinha o maior poder e prestígio na sociedade egípcia? Por que:  O Faraó tinha o maior poder e prestígio na sociedade egípcia. Para os egípcios, o faraó era mais do que um ser de origem divina: ele era o próprio Deus.
b) Qual grupo constituía a maior parte da população egípcia? Quais trabalho eram realizados por essas pessoas? Os camponeses constituíam a maior parte da população no Egito antigo. Os felás, como eram chamados, realizavam todos os tipos de trabalho agrícola e também trabalhavam nas grandes obras públicas, como abertura e limpeza de canais, construção de estadas e transporte de pedras utilizadas na construção de edifícios.
c) Os escribas faziam parte de qual grupo social? Que funções eles exerciam? Os escribas integravam o grupo dos altos funcionários do estado. Eles tinham conhecimento de cálculo, leitura escrita e controlavam toda a vida econômica do Egito: contabilizavam as áreas cultivadas, os rebanhos, o volume das colheitas, os impostos arrecadados etc.
d) na sociedade egípcia, uma pessoa que estivesse na base da pirâmide poderia alcançar o tipo dela? Justifique. Não; as pessoas nasciam e morriam na mesma condição social. A mobilidade social na Antiguidade era praticamente inexistente.
e) observe esta pintura egípcia e responda.
·        Qual era a profissão das personagens representados? Eles eram artesãos.
·        Como você chegou a esta conclusão? Na primeira tira, vê-se um artesão fazendo um balde; na segunda tira, os artesão estão fazendo um grande vaso e na terceira estão fazendo um colar, além de outros objetos.


Atividades p. 121 – 6º ano

1. Observe os mapas 1 e 2 e responda


a) Qual é o assunto do mapa 1? O território da Mesopotâmia
b) Qual é o significado da palavra Mesopotâmia? Justifique sua resposta com base na observação do mapa 1. A palavra Mesopotâmia significa “terra entre rios”. O significado do nome se relaciona à posição geográfica da Mesopotâmia, localizada entre os rios Tigres e Eufrates.
c) Comparando os mapas 1 e 2, que país atual tem a maior parte do seu território onde era a Mesopotâmia? O Iraque
d) Escreva um pequeno texto sobre a importância desses rios para os povos mesopotâmicos. Os povos mesopotâmicos aproveitavam as águas do Tigre e do Eufrates para irrigar a terra, praticar a agricultura e, assim, como o tempo foram se fixando nas proximidades desses rios e construindo vilas, cidades, reinos e impérios.

5. Sobre a política na Mesopotâmia, responda
a) Havias um governo único para todas as cidades? Não; na Mesopotâmia cada cidade possuía seu próprio governo; as cidades eram independentes entre si, daí serem chamadas de cidades-Estado.
b) Quem governava as cidades-Estados? Cada uma era governada por um rei, que era o chefe militar e, por vezes, o principal sacerdote.
c) Na Mesopotâmia, os laços entre política e religião eram estreitos. Explique. O rei era visto como servidor do deus da cidade e, como tal, tinha direito a maior parte das terras e dos bens oferecidos ao deus ou obtidos nas guerras

6. A escrita possibilitou à humanidade armazenar e transmitir experiências. Sobre a invenção da escrita na Mesopotâmia, responda.
a) O que motivou a sua invenção? A escrita nasceu da necessidade de se resolver problemas práticos, como registrar as informações sobre uma colheita, os prejuízos causados por uma inundação.
b) Quem, provavelmente, a inventou? Os sacerdotes sumérios
c) Os exemplos a seguir foram retirados da escrita pelos sumérios.
c) Os exemplos a seguir foram retirados da escrita pelos sumérios.

Note que, para escrever a palavra “Sol”, eles desenhavam algo parecido com um círculo. Como você imagina que lês escreviam a palavra ‘Estrela”? Para escrever a palavra “beber”, eles juntavam boca e água. Como será que eles escreviam a palavra “comer”? Como você chegou a essa conclusão
Na Mesopotâmia, inicialmente, a escrita era pictográfica. Para escrever a palavra “estrela”, por exemplo: * . Já a palavra “comer” era a junção de      (boca) +      (pão). Com o passar do tempo, o desenho passou a significar “correr”. Esse tipo de escrita é chamada de iconográfica.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Atividades p. 146 – 8º ano

1. Em 1789, dez anos depois do início da Revolução francesa, lia-se no jornal francês Le Moniteur o seguinte comentário:
            A França deseja qualquer coisa de grande e durável. [...] deseja que seus representantes sejam conservadores pacíficos, e não inovadores turbulentos. Quer, enfim, colher o fruto de dez anos de sacrifícios.
A qual grupo social essas ideias podem ser associadas?
Naquele momento histórico essas ideias podem ser associadas aos interesses da burguesia.

2. Monte uma ficha com as realizações do governo de Napoleão durante o Consulado nas áreas da economia, educação e direito.
Economia
·        Confiscou e legalizou a distribuição de terras feitas a milhões de camponeses durante a Revolução Francesa.
·        Mandou drenar pântanos, construir estradas e pontes, facilitando o transporte e diminuindo o preço dos alimentos vendidos nas cidades.
·        Criou o Banco da França, por meio do qual controlava a emissão de papel-moeda, evitava a inflação, emprestava dinheiro à industria e ao comércio.
Educação
·        Fundou escolas de Ensino Fundamental
·        Criou escolas para a formação de professores em Paris
Direito
·        Elaborou o Código Civil Napoleônico, o qual serviu de modelo para diversos países inclusive o Brasil

4. Sobre a rivalidade entre a França e a Inglaterra no início do século XIX responda:
a) Como Napoleão reagiu à Inglaterra, ao ser derrotado pelos ingleses em 1805? Napoleão Bonaparte decretou o Bloqueio Continental, em 1806, segundo o qual nenhum país europeu poderia mais comerciar com a Inglaterra ou receber navios ingleses em seus portos.
b). O que ele pretendia com isso? Napoleão pretendia enfraquecer a economia da Inglaterra e, em seguida, conquistá-la.
c). Esse plano deu certo? Inicialmente o plano parecia ter dado certo, mas logo se soube que os produtos ingleses continuavam entrando na Europa por diversos portos, inclusive por Portugal.

Vozes do passado
Leia o texto com atenção
Bloqueio Continental de 1806 -1807
[...]temos decretado e decretamos o que segue:
Artigo 1º As ilhas Britânicas são declaradas em estado de bloqueio.
Artigo 2º Qualquer comércio e qualquer correspondência com as Ilhas Britânicas ficam interditados [...]
Artigo 4º Qualquer loja, qualquer mercadoria, qualquer propriedade pertencente a um súdito da Inglaterra será declarada boa presa [...]
Artigo 8º Qualquer embarcação que, por meio de uma declaração, transgredir a disposição acima, será apresada e navio e sua carga serão confiscados como se fossem propriedade inglesa.
Napoleão
BONAPARTE, Napoleão. Bloqueio Continental
a). Quem é o responsável pelo texto e que posição ele ocupava na época? O responsável pelo texto é Napoleão, então imperador da frança.
b). Resuma com suas palavras o conteúdo do documento. Proibia os países europeus de comerciar com a Inglaterra ou receber navios ingleses em seus portos.
c). Qual o significado de “Boa  presa” no texto? No texto, “boa presa” que dizer aquilo que, por ser valioso, podia ser apreendido (tomado). Assim, parte do decreto de 1880, os franceses poderiam confiscar loja, mercadoria ou propriedade pertencente à Inglaterra.
d). O documento contém uma ameaça explícita dirigida aos países que desobedecerem ao Bloqueio? Se sim, reproduza-a no caderno. “Artigo 8º Qualquer embarcação que, por meio de uma declaração, transgredir a disposição acima, será apresada e navio e sua carga serão confiscados como se fossem propriedade inglesa.”
e). com que intenção Bonaparte decretou o Bloqueio Continental? Napoleão pretendia enfraquecer a Inglaterra para, em seguida, conquistá-la.

f). O bloqueio econômico é uma estratégia que continua sendo usada hoje em dia? Exemplifique. Sim. Exemplo disso é o bloqueio econômico imposto pelos Estados Unidos a Cuba.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Para Refletir p. 183 - 7º ano

A Magna Carta
João, pela graça de Deus, rei da Inglaterra, senhor da Irlanda, duque da Normandia e da Aquitânia, conde de Anjou [...] determina que:[...]
               Nenhum imposto [...] será estabelecido no nosso reino, sem o consenso geral [...]
Para obter o consenso geral a fim de lançar [...] impostos [...] mandaremos convocar [...] os arcebispos, bispos, abades, condes e grandes barões por meio de cartas, e além disso mandaremos convocar todos os nossos vassalos diretos, [...]
Todos os mercadores poderão livre e seguramente sair da Inglaterra, nela permanece e passa, quer por terra quer por água, para comprar e vender, sem receio de extorsões ilegais de acordo com o antigo costume.
PEDRERO-SÁNCHEZ< Maria Guadalupe. História de Idade Média
Textos e testemunhas. São Paulo: Editora da UNESP, 2000 p. 234-237
a). Que elementos do texto indicam que João sem terra era um membro da nobreza? Os seus vários títulos ( rei, conde, duque)
b). Quais grupos o rei consultaria em caso de aumentar os impostos? O clero e a nobreza; os outros grupos sociais portanto, ficavam de fora.
c). A Magna carta também favorecia a burguesia? Justifique. Sim, na medida em que garantia a entrada e a saída dos mercadores bem como sua proteção contra os assaltos da nobreza (“extorsões ilegais”)

d). Pode-se dizer que a Magna Carta limitou o poder do rei? Sim, pois a partir dela o rei era obrigado a consultar os representantes do clero e da nobreza para lançar imposto.

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Atividades p. 128– 8º ano

2. Num panfleto publicado em 1789, um dos líderes da Revolução Francesa afirmava:
“Devemos formular três perguntas:  –  o que é o Terceiro Estado? Tudo. – O que ele  tem sido em nosso sistema político? Nada. – o que pede ele? Ser alguma coisa.”
Explique as perguntas e respostas contidas nesse panfleto francês.
O Terceiro Estado era o estamento que pagava a maioria dos impostos, sendo, portanto, responsável por sustentar a nobreza e o clero. Porém, não havia participação política do terceiro Estado.reivindicavam participação nas decisões políticas, deixando de ser nada, para ser “alguma coisa

Leia o texto a seguir com atenção.
               No dia 5, cedo, as mulheres, como sempre nas segundas-feiras, vão ao mercado. Não tem pão. Dirigem-se ao hotel de Ville, sede da Prefeitura, para exigir do prefeito Bailly alimentos para a população [...].
Bailly não estava na Prefeitura. [...] elas decidem ir a Versalhes, trazer o rei a Paris. [...]. uma verdadeira “procissão”, armada de faca, bastões, rifles, mosquetes e dois canhões, segue rumo ao palácio real.
[...]
Esse movimento popular, denominado Jornada de Outubro, sob a liderança das mulheres, foi vitorioso. [...]
Essas mulheres [...] trouxeram a família real para Paris a fim de assegurar o fornecimento de pão. O significado político dessa jornada é bem claro: o rei e os deputados estarão agora sob o controle das multidões de Paris.
Livro didático p. 128
a) Por que as mulheres decidiram ir a Versalhes em 1789? Elas decidiram ir a Versalhes para trazer o rei a Paris e, assim, garantir o abastecimento da cidade, onde vinha faltando inclusive, pão. Versalhes fica a 22KM do centro de Paris
b) Identifique e transcreva o trecho que descreve ainda da mulheres a Versalhes. “uma verdadeira “procissão”, armada de faca, bastões, rifles, mosquetes e dois canhões, segue rumo ao palácio real.”
c) As mulheres conseguiram seu objetivo? Sim, esse movimento popular, liderado por mulheres, foi vitorioso, como afirma o texto: Essas mulheres [...] trouxeram a família real para Paris a fim de assegurar o fornecimento de pão.
d) Esse episódio pode ser considerado uma prova de que participação das mulheres na Revolução Francesa foi decisiva? Justifique. Sim, essa e outras iniciativas das mulheres colaboraram para a Revolução, que derrubou a monarquia absolutista na França, contestou os privilégios da nobreza e do clero e instituiu a igualdade de todos perante a lei.

5. a partir do assassinato de Marat o governo de Robespierre intensificou a repressão, suprimiu o interrogatório e o direito de defesa; as “provas morais” eram suficientes para condenar um cidadão à morte na guilhotina.
a) como esse período ficou conhecido na história? Ficou conhecido como Terror (1793-1794)
b) qual a consequência política das condenações sumárias à morte na guilhotina para o governo de Robespierre? O governo de Robespierre foi perdendo apoio popular, inclusive entre seus antigos aliados como Danton.
c) Em Duplas: o governo de Robespierre negava ao acusado o direito de defesa; essa prática pode ser considerada contrária aos princípio da revolução Francesa? Sim, pois fere frontalmente o artigo 7º da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, o qual diz: “Ninguém pode ser acusado, preso ou detido senão nos casos determinados pela Lei e de acordo com as formas por esta prescrita. Os que solicitam, expedem, executam ou mandam executar ordens arbitrárias devem ser castigados. [...]”


segunda-feira, 29 de maio de 2017

Atividades p. 113 – 8º ano

 8. o quadro a seguir resume as tensões entre a metrópole inglesa e as Treze Colônias da América do Norte. Complete-o no caderno.
Lei
O que determinava
Reação dos colonos
Lei do Açúcar
Aumentava os impostos que os colonos deveriam pagar sobre o melaço, o vinho, o café, a seda e o linho em seus portos.
Obrigava os colonos a comprar o melaço das Antilhas inglesas.
Organizaram vários protestos, mas não foram ouvidos
Leis intoleráveis
Fechamento do porto de Boston até que os colonos pagassem os prejuízos causados.
Ocupação de Massachusetts.
Julgamento dos colonos rebelados
Primeiro Congresso Continental da Filadélfia.
Batalha de Lexington – 1775
1ª Guerra pela Independência.
Lei do Chá
A Inglaterra entregou à Companhia das Índias Orientais, sediada em Londres, o controle sobre a venda do chá para as Treze Colônias.
Disfarçados de índios mahawks, cerca de 150 colonos invadiram três navios ingleses no porto de Boston e atiraram o chá ao mar.
Lei do Selo
Todos os jornais, cartazes, cartas e certidões que circulavam nas Treze Colônias deveriam receber um selo comprado do governo inglês
Invadiram as agências postais, queimaram maços de selos e iniciaram uma campanha com o lema: “ Sem representação não pode haver tributação.

Leitura e escrita em História
Leitura de imagem

A fotografia mostra o Monte Rushmore, um dos monumentos mais famosos dos Estados Unidos. Observe-a com atenção.
a. Você sabe o nome dos personagens esculpidos na rocha? Sabe por que foram homenageados? Da esquerda para a direita, vêem-se os rostos de quatro presidentes estadunidenses: George Washington ( 1789-1797), Thomas Jefferson (1801-1809), Theodore Roosevelt (1901-1909), e Abrahan Lincoln (1861-1865). Eles foram homenageados por serem considerados pela história oficial os “pais da Nação”, os fundadores dos Estados Unidos.
b. As esculturas que coce vê na fotografia são enormes: cada rosto tem 18 metros de altura. O que isto pode significar? O tamanho colossal da esculturas é um indício da importância desses personagens para os governantes estadunidenses da época. A obra começo a ser construída em 1925, depois de aprovado pelo Congresso estadunidense, e foi concluída em 1941; foi, portanto após uma obra demorada e que exigiu grande investimento. O nome do monumento foi dado em 1885, após uma expedição de prospecção liderada por Charles E. Rushmore, um advogado de Nova Yorque
c.A área onde está hoje o Monte Rushhmore pertencia aos índios Lakota que a consideravam sagrada e a chamavam de “ Seis Avôs”. Levante uma hipótese: o que possibilitou ao governo estadunidense erguer o monumento justamente nesta área? O que possibilitou ao governo estadunidenses o erguimento do Monte Rushmore foi o uso da força. Em 1868, o governo havia assinado um acordo reconhecendo a área onde está o monumento como terra indígena.
d. O que terá levado o artista a incluir um indígena nesta foto do Monte Rushomre? A inclusão dos indígena certamente foi proposital e buscou fazer-nos lembrar de que aquela área pertencia aos indígenas.


domingo, 28 de maio de 2017

Atividades p. 110 – 8º ano

1. Leia o texto a seguir e responda as ao que se pede.
[...] A maioria dos filósofos do iluminismo tinha uma crença inabalável na razão humana. Isto era algo tão evidente que muitos chamam o período do  iluminismo francês simplesmente de ‘racionalismo’. [...]
Entre os povo, porém imperavam a incerteza e a superstição. Por isso, dedicou-se especialmente atenção à educação. [...] Os filósofos iluministas diziam que [...] a humanidade faria grandes progressos. Era apenas uma questão de tempo para que desaparecessem a irracionalidade e a ignorância e surgisse uma humanidade iluminada, esclarecida. [...]
Livro didático p. 110
O texto nos permite conhecer duas características do Iluminismo. Quais são elas? O racionalismo ( a crença inabalável na razão) e o otimismo ( segundo os iluministas, com o tempo, a ignorância e a superstição desapareceriam e teríamos uma humanidade iluminada, esclarecida.

2. A Imagem é um grafite de um autor desconhecido produzida em janeiro de 2015

Observe com atenção.
a) Com base em seus conhecimentos de inglês e/ou na consulta ao dicionário responda: a que princípio iluminista podemos associar a imagem? Ao princípio de liberdade de pensamento e de expressão, como se pode concluir a partir dos dizeres inscritos no coração.
b) debatam e opinem: o que se pode fazer para resguardar a prática desse princípio no Brasil de hoje? Pessoal

3. No caderno: a qual pensador iluminista poder ser associada cada uma das afirmações a seguir?
a) “As pessoas não são obrigada a aceitar um governo injusto e têm o direito de revoltar-se contra ele.” Jonh Locke
b) “Posso não concordar com nenhuma palavra do que você disse. Mas defenderei até a morte seu direito de dizê-lo.” François-Marie Arouet ( Valtaire)
c) “[...] tudo estaria perdido se o mesmo homem, ou o mesmo corpo dos principais ou dos nobres, ou do povo, exercesse esses três poderes: o de fazer, o de executar as resoluções públicas e o de julgar os crimes ou as disputas de particulares.” Charles-Loius de Secondat ( Barão de Montesquieu)
d) “ a vontade geral é então a essência da soberania. Manifestando-se [...] por meio da participação dos cidadãos nas deliberações coletivas bem como na fiscalização do cumprimento das mesmas. Portanto, é a vontade geral que deve dirigir o Estado geral, tornando a sociedade soberana e legítima. Jean-Jacques Rousseau.


Atividades p. 171 – 7º ano

1. Monte uma ficha sobre a Reforma Protestante segundo o roteiro:
Reforma protestante
Razoes da Reforma
Insatisfação de reis e de príncipes; Descontentamento da burguesia; Abuso de membros do clero; Falta de preparo e instrução dos padres; Comércio de artigos religiosos (Simonia); Venda de indulgências;
Primeiros reformadores
John Wyclife
John Huss
Atos de Lutero que deu início à Reforma protestante
Lutero pregou na porta da sua paróquia as 95 teses

2. Leia com atenção as teses de Martinho Lutero e responda:
Tese 75. A opinião de que as indulgências papais são tão eficazes a ponto de poderem absolver um homem ~...] é loucura.
Tese 86. Por que o papa, cuja fortuna hoje é maior do que a dos ricos crassos [romanos ricos], não constrói com seu próprio dinheiro ao menos a basílica de são Pedro, em vez de fazê-lo com o dinheiro dos pobres fiéis?
Livro didático p. 171
a) essas teses de Lutero contêm duas críticas às autoridades da Igreja; quais são elas? Ele critica a venda de indulgências e o papa que, embora fosse muito rico, usava o dinheiro dos fiéis para construir igrejas.
b) Nos dias de hoje, a prática de construir igrejas com dinheiro dos fiéis continua sendo adotada? Si. As igrejas neopentecostais têm adotado essa prática, erguendo templos em vários cantos do país rapidamente

5. Leia o texto a seguir com atenção.
Por decreto de deus, para manifestação de sua glória, alguns homens e anjos são predestinados à vida eterna e outros são predestinados à morte eterna.
Aqueles do gênero humano que estão à vida foram escolhidos para a glória com Cristo por Deus, antes de efetuada a criação do mundo [...] por manifestação de sua livre graça e amor, sem qualquer previsão de fé ou boas obras [...] ou qualquer outra coisa [...] que o levasse a isso, e tudo para louvor de sua glória e graça.
Foi do agrado de deus [...] de Sua própria vontade [...] para a glória de Seu soberano poder as suas criaturas, dispensar o resto da humanidade, condená-la à desonra e à ira por seu pecado, para louvor de Sua gloria justiça.
Confissão de Westminster
Livro didático p. 172
a) Qual dos reformadores terá escrito esse texto? Justifique. Este texto foi escrito por João Calvino, reformador que acreditava na predestinação absoluta; ou seja, que as pessoas nada podiam fazer para mudar seu destino.
b) para o autor do texto, a salvação de uma pessoa deve-se á sua fé, às boas obras ou a nem uma e nem outra? Justifique. Para o autor do texto, nem a fé nem as boas ações salvam uma pessoa; por decreto de Deus, “ alguns homens e anjos são predestinado à vida eterna e outros são predestinados à morte eterna”
C) Há diferença entre Lutero e Calvino no tocante à salvação do ser humano? Em caso afirmativo, qual? Sim. Para Lutero só a fé salva; já Calvino acreditava que as pessoas já nascem predestinadas à salvação ou a condenação eterna.

6. Sobre o Ato de Supremacia aprovado na Inglaterra em 1534, responda:
a) Quem o aprovou? O parlamento inglês em comum com o rei Henrique VIII.
b) qual é o seu conteúdo? Declarava o rei novo chefe da Igreja na Inglaterra, chamada de Igreja Anglicana.

c) O que foi decidido com base nesse Ato? Henrique VIII confiscou as terras e mosteiros da Igreja católica e os vendeu ou presenteou aos nobres e burgueses que o apoiaram, e, com isso aumentou o seu poder político.

Atividades p. 154 – 7º ano

1 Monte uma ficha sobre o Renascimento seguindo o roteiro.
Renascimento
Em que contexto surgiu
Expansão do comércio, ascensão da burguesia e fortalecimento do poder dos reis.
O que foi
Foi um movimento cultural iniciado nas cidades do norte da Itália no século XIV, que se propagou pela Europa nos século seguintes.
Principais características
Valorização do passado Greco-romano; antropocentrismo ( o homem como medida de todas as coisa); individualismo; (valorização da arte e do talento de cada um e uma nova visão do tempo ) o tempo pertence ao homem e este deve usá-lo em beneficio próprio).

2. Com base nas fontes 1 e 2, responda:
Fonte 1
Fonte 2
               Que obra de arte é o homem: tão nobre no raciocínio; tão vários na capacidade; em forma e movimento, tão preciso e admirável, na ação é como um anjo; no entendimento é como um deus; a beleza do mundo; o exemplo dos animais.
Trecho da obra Hamlet, de William Shakespeare.
a) quem são os personagens representados na fonte 1? As personagens são Deus e Adão.
b) Como os personagens da fonte 1 estão representados? Deus é representado por um homem vigoroso de cabelo branco. Adão é mostrado como um jovem de corpo musculoso e belo. Em seus olhos podemos perceber cumplicidade, como a que se vê na relação entre pai e filho; a expressão da criatura é de encantamento, a do Criador, de determinação.
c) Qual característica do Renascimento se pode perceber na fonte 2? O antropocentrismo; ou seja, o homem no centro das atenções e como medida de todas as coisas.
d) A fonte 1 confirma ou nega a fonte 2? A fonte (1) confirma o texto apresentado na fonte 2. O texto de Shakespeare e a pintura de Michelangelo são uma exaltação/glorificação do ser humano; basta ver que nela Deus e o homem são representado com forma e proporções idênticas.

5. Ainda sobre o Renascimento:
a) quem financiava os artistas e estudiosos do Renascimento? Homens ricos – comerciantes, banqueiros, príncipes, papas – conhecidos como mecenas.
b) Com que objetivos eles financiavam os artistas e estudiosos? Para conseguir prestígio e projeção social.
d) Cite três pintores do Renascimento italiano. E produza um pequeno texto ilustrado sobre a obra de um deles. Leonardo da Vini; Rafael de Sanzio e Michelangelo Buonarroti


sexta-feira, 26 de maio de 2017

Atividades p. 133 – 7º ano

2. No caderno. Preencha o quadro abaixo com as contribuições de cada elemento:
O uso da Charrua
Possibilitava revolver a terra devido ao arado com rodas que possui uma relha de ferro.
Rotação trienal
Permitia o descanso do solo e garantia duas colheitas.
Atrelamento do cavalo pelo peito
Colaborava para tornar mais eficiente a aragem da terra
Aprimoramento e difusão dos moinhos
Possibilitava o aumento da velocidade e da qualidade da moagem do trigo

3. Leitura de gráfico.

a.      O que o gráfico mostra? O crescimento da população entre os anos 800 e 1300
b.      Em que século a população aumentou mais? No século XVIII
c.      No título do gráfico há a palavra “estimativa”; o isso significa? Estimativa significa cálculo aproximado; na época não havia censo populacional como os de hoje em dia.

4. Observe o mapa da página 119 com atenção
Com base no que você estudou no capítulo:
a. Dê outro título ao mapa. Rotas comerciais europeias (séc. XIV)
b. Identifique as duas principais rotas terrestres que ligam o sul ao norte da Europa (a cidade de onde partiam e a cidade em que chegavam).Uma delas ligava Gênova a Bruges, passando pelas feiras da região de Champagne, na França; e a outra ligava Veneza a Hamburgo.
c. Por que a área comercial de Champagne aparece em destaque? Porque, na época, esta região reunia um grande número de importantes feiras.
d. O que eram as feiras medievais representadas no mapa? Eram eventos que duravam de 15 a 60 dias, aconteciam uma ou duas vezes por ano e reunia mercadores de várias partes do mundo.

5. Leia com atenção a letra da canção “Burguesinha” que faz parte do álbum América Brasil, do cantor


seu Jorge.
Burguesinha


Vai no cabeleireiro
No esteticista
Malha o dia inteiro
Vida de artista
[...]
Vai pra balada
Dança bate estaca
Com a sua tribo
Até de madrugada
[...]
Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha
Tem o que quer
[...]


.
O termo “burguesinha” esta associado a um grupo social surgido na Idade Média.
a.      Que grupo é esse? A Burguesia
b.      Como esse grupo era formado? Era formado por comerciantes, donos de manufaturas e banqueiros, enfim, pessoas enriquecidas com o comércio, a troca de moedas e a manufaturas. Com o tempo, o termo “burguês” passou a significar também “pessoa rica”.
c.      Por que o cantor refere-se à personagem da letra como “burguesinha”? a personagem leva uma vida rica, cheia de regalias. A palavra “burguês” continua sendo utilizada para designar “pessoa rica”.
d.      Que paralelos podemos traçar entre a personagem da música e os burgueses medievais? O acesso aos bens materiais e a uma vida confortável. Assim como os burgueses medievais a personagem da canção “tem o que quer”.

8. Elabore uma ficha sobre as cruzadas seguindo o roteiro.
Cruzadas
Como começaram
Em 1071, os turcos de religião muçulmana conquistaram Jerusalém e proibiram os cristãos de visitar o túmulo de Jesus. Reagindo a isto, em 1095, o papa Urbano II convocou os cristãos para uma guerra contra os “infiéis”, a fim de reconquistar a Terra Santa
O que eram
As cruzadas eram expedições militares que partiram da Europa, entre o século XI e XIII, a fim de combater os muçulmanos no Oriente.
Por que receberam esse nome
Porque os participantes das cruzadas consideravam-se “ marcados pelo sinal da cruz” e por isso bordavam uma cruz na roupa; daí o nome cruzadas.
Quem participou das cruzadas
Pessoas de várias origens e condições sociais: nobres, camponeses, comerciantes, mendigos, idosos, crianças entre outros.
Principais mudanças ocasionadas pelas cruzadas
a) o aumento do comércio entre o Ocidente e o Oriente e entre várias regiões da Europa;
b) a maior participação dos europeus, especialmente os italianos, no rico comércio de especiarias e artigos de luxo orientais pelo mar Mediterrâneo;
c) o enfraquecimento da nobreza guerreira, que se endividou e perdeu parte de seus membros nas Cruzadas;
d) a intensificação do comércio de curta e de longa distância, o que contribuiu para a prosperidade dos comerciantes europeus e suas cidades.